Algumas vezes, você pode considerar que nem todas as requisições de disparo estão se tornando disparos na Tracksale. Porém, antes de realizar mudanças em sua integração ou até mesmo tentar realizar os disparos novamente, confira as alternativas de diagnóstico trazidas nesse artigo.

Garanta que a requisição chegou até nossa API

Algumas vezes, as requisições de disparo podem não chegar até nossa API. Isso pode acontecer por algum problema com a rede da sua organização, incluindo configurações de firewall ou DNS (resolução de nomes).

Se você desconfia que há algum problema relacionado a DNS, consulte Como diagnosticar problemas de resolução de nomes ao se conectar à nossa API.

Garanta que a requisição à API foi escrita corretamente

Algumas vezes, as requisições de disparo até chegam à nossa API mas, por algum motivo (requisição malformada, mal escrita, dados inválidos), a plataforma pode não processar a requisição.

Neste caso, é interessante que sua aplicação de integração sempre leia - e, de preferência, registre em log próprio - qual foi a resposta retornada, de forma que você consiga consultá-la depois se precisar realizar algum diagnóstico.

Consulte o relatório de Lotes de Disparo

Atualmente, não existe um relatório dedicado para listagem dos disparos realizados via API.

Porém, você pode utilizar o relatório de Lotes de Disparos e, no código do lote de disparo, verificar se existe um símbolo de informação (i). Se sim, é possível ver se o disparo foi realizado via API, ao passar o mouse sobre esse símbolo.

Como não armazenamos ou exibimos neste relatório as requisições que, por algum motivo, não chegaram até nossa plataforma, sua organização pode implementar, em sua própria aplicação de integração, uma forma de guardar essas requisições e listá-las posteriormente, para controle próprio.

Armazene as respostas da API na sua aplicação

Como a Tracksale não pode armazenar as requisições inválidas ou que sequer chegaram até nossa API, uma dica interessante para aumentar a confiabilidade da integração é armazenar, em sua própria aplicação de integração, todos os status e mensagens retornados quando uma requisição é feita, além da data/hora da requisição e o IP da origem da requisição.

Atualmente, a Tracksale não armazena, de forma dedicada, e não lista as requisições de disparo realizadas à API. Esta tarefa cabe às pessoas responsáveis pelo desenvolvimento da aplicação de integração da sua organização, o que permite flexibilidade e liberdade na hora de implementar.

Tem alguma dúvida sobre o uso da API
ou quer fornecer feedback a respeito desse artigo?

Conte pra gente no chat ou envie um e-mail para suporte@tracksale.co. Será um prazer conversar com você e ter a oportunidade de melhorar este artigo =)

Encontrou sua resposta?